Período:

2013.2

Local:

UFCG/ Centro de Humanidades/ Unidade Acadêmica de Geografia/ Curso de Geografia

Monografia de Graduação

Modalidade:

Título:

Orientadora:

Martha Priscila Bezerra Pereira

Autor:

Alexsandro Bezerra da Silva

Resumo:

Esta pesquisa insere-se no campo da Geografia da Saúde, tem um forte viés social, e pretende realizar um levantando de novas informações no município de Campina Grande e sua circunvizinhança, sendo este de pleno interesse dos moradores e visitantes da região, tendo por objetivo geral utilizar o conhecimento geográfico na definição de roteiros que possibilitem a visualização de elementos de promoção, prevenção e risco à saúde no município de Campina Grande - PB e municípios circunvizinhos. Para a realização da mesma optou-se pelos seguintes procedimentos metodológicos: a) levantamento de referências; b) análise dos trabalhos realizados pela revista Hygeia; c) aplicação de inquéritos; d) definição de roteiros de visitas; e) implantação do banco de dados e posteriormente a organização de mapas temáticos possibilitando a verificação dos elementos de prevenção, promoção e risco à saúde, através do geoprocessamento. Os resultados evidenciam a realidade vivenciada pela população da cidade de Campina Grande e sua circunvizinhança, demonstrando as mais diversas situações desta população, as condições de vulnerabilidade, os locais de prevenção e promoção de saúde. A partir de tais resultados conclui-se que o conhecimento geográfico é fundamental para visualização dos roteiros de campo identificando os elementos de prevenção, promoção e risco à saúde e a necessidade de novas pesquisas no âmbito da geografia da saúde.

Políticas públicas de saúde; promoção a saúde; competências sociais; Geografia.

Palavras-chave:

2017.2

Período:

UFCG/ Centro de Humanidades/ Unidade Acadêmica de Geografia/ Curso de Geografia

Local:

Monografia de Graduação

Modalidade:

Título:

Martha Priscila Bezerra Pereira

Orientadora:

Autor:

Alisson Venício de Souza Alves

A relação saúde-doença-ambiente foi objeto de estudo desde a antiguidade. Hipócrates foi o primeiro a fazer essa relação. A Geografia da Saúde tem como eixo norteador questões relativas à saúde humana e a sua relação com o ambiente que está inserido. No Brasil a Revista Hygeia é o principal artifício utilizado para publicações relacionadas a Geografia Médica e de Atenção à Saúde. Esta pesquisa teve como objetivo geral analisar o teor da produção científica publicada na Revista Hygeia desde sua criação no ano de 2005 até 2017. Para realização da mesma optou-se pelos seguintes procedimentos de coleta de informações: a) levantamento de referências e; b) levantamento documental. Como procedimentos de análise foram realizadas uma breve revisão da literatura, análise documental e de conteúdo. Os resultados apontam para um desenvolvimento técnico-científico-informacional desigual por conta dos privilégios que determinadas regiões recebem em detrimento de outras. A diferença de investimentos a centros de pesquisas acabam refletindo na produção científica e consequentemente no número de publicações.

Resumo:

Revista Hygeia, Análise de conteúdo, Desenvolvimento técnico-científico-informacional

Palavras-chave:

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • Google+ Clean